reabilitação

A intervenção em edifícios marcados pelo passar dos tempos torna-se um desafio, tanto do ponto de vista tectónico, devido a todo um conjunto de patologias associadas, como do ponto de vista criativo, conferindo-lhe características de modernidade funcional, mas respeitando a sua génese. E é, em grande parte dos casos, a sua génese que irá dar o mote e revelar a essência futura do edifício que lhe trará valia.

Vivemos num país riquíssimo no que toca a aglomerados de antigos edifícios, todos eles diferentes de região para região, tanto na arquitetura, como nas necessidades comunitárias ou mesmo nas soluções e materiais de construção. Este conjunto de fatores leva-nos a um processo de aprendizagem permanente quando manipulamos um destes edifícios, seja em projeto ou obra, o que acaba por se tornar num processo apaixonante e conhecedor das identidades e dos percursos das vidas e das formas de uso e habitar. Alguns casos:

PROJETO DE REABILITAÇÃO E AMPLIAÇÃO EM CENTRO HISTÓRICO : Ponte de Lima (em desenvolvimento)

PROJETO DE REABILITAÇÃO DE MORADIA : Oeiras